28 ANOS – Presidente da OAB/RR destaca a atuação do Ministério Público na promoção dos direitos humanos em Roraima  

O presidente do Conselho Seccional da Ordem dos Advogados do Brasil – OAB/RR, Ednaldo Gomes Vidal, participou na tarde de quinta-feira, 13.02.2020, às 17 horas, no Teatro Municipal, da solenidade de abertura do “I Congresso Estadual do Ministério Público de Roraima – 28 anos promovendo os Direitos Humanos Fundamentais”.

Ednaldo Vidal enalteceu a grandiosidade do evento, especialmente em face dos trabalhos realizados para a promoção dos Direitos Humanos e Fundamentais, uma das bandeiras defendidas pela Ordem dos Advogados do Brasil que é a defesa das minorias.

“A OAB defende a Constituição Federal, o Estado democrático de Direito e os Direitos Humanos e é contrária a qualquer atentado às minorias manifestando sempre pela manutenção da Justiça de maneira que a bandeira do MPRR se identifica com as defendidas pela Ordem. Está de parabéns a instituição!”, afirmou.

O evento ocorreu no Teatro Municipal de Boa Vista com apresentações culturais e participação de autoridades locais e nacionais, incluindo o Ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro. Além de eventos internos, Promotores de Justiça farão palestras sobre os direitos humanos fundamentais do cidadão em 17 Instituições de ensino da capital, dentre escolas das redes públicas municipal e estadual, escolas particulares e faculdades.

Para a Procuradora-Geral de Justiça Janaína Carneiro Costa, os novos tempos, novas tecnologias e novos (e antigos) problemas desafiam o profissional do Direito. O Ministério Público roraimense está atento às mudanças sociais e às modernas oportunidades, e busca oferecer à sociedade um trabalho de excelência.

“Esta é a razão do I Congresso Estadual do MPRR, que discutirá temas de elevada relevância no contexto regional e aproveitará a oportunidade para homenagear pioneiros da implantação, construção e consolidação do Ministério Público do Estado de Roraima”, destacou a Procuradora-Geral.

Congresso

O segundo dia de Congresso, 14.02, foi reservado para a programação científica e terá a exposição de painéis temáticos por especialistas e profissionais renomados nacionalmente. Também haverá palestra de encerramento com o filósofo, ensaísta e colunista do jornal Folha de São Paulo, Luiz Fernando Pondé. Com o tema “Tensões éticas contemporâneas”, a palestra pretende traçar diagnóstico de procedimentos do cotidiano ético. Pondé apresentará dilemas como se é possível ser ético num mundo onde tudo é relativo e ainda, levantar questões como o valor do envelhecimento e os papéis a serem desempenhados por homens em mulheres.

Com informações do MPRR

Fotografia: Jader Souza