NOTA DE APOIO DA COMISSÃO DA ADVOCACIA PÚBLICA DA OAB/RR

“A Comissão da Advocacia Pública da OAB-RR externa seu apoio a confiança na credibilidade da PROGE Procuradoria Geral do Estado e seus profissionais, em respeito a notícia veiculada pela imprensa local de um suposto parecer de um Procurador do Estado em situação onde se deflagrou uma operação policial. Reitera-se a confiança nos profissionais que atuam naquele importante Órgão. Neste ato, como instrumentalização do mencionado apoio, divulgamos e replicamos a nota de sua Associação, in verbis:

‘A Associação dos Procuradores do Estado de Roraima/APROR, a propósito das diligências, de busca e apreensão, ocorridas na data de hoje, nas dependências da Procuradoria-Geral do Estado de Roraima-PGE/RR vem a público para dizer que tem total confiança nos protocolos e procedimentos adotados, na análise e tratamento das matérias objeto, dos processos contenciosos e não contenciosos nos quais atuam os Procuradores do Estado de Roraima.

Avisa também que não houve a decretação da prisão ou condução coercitiva de nenhum membro da carreira.

A bem da verdade, um Procurador do Estado foi intimado a prestar esclarecimentos, sobre um suposto parecer por ele emitido, que sequer possui sua assinatura, que poderia ter relação com as investigações do caso, ato de rotina, portanto, em todos os procedimentos policiais.
Ao ensejo a Associação dos Procuradores do Estado de Roraima/APROR manifesta seu total e irrestrito apoio ao Procurador do Estado, que supostamente teria emitido o parecer, objeto da investigação, declarando que confia na sua inocência.

Por fim, a APRORR vem rechaçar qualquer notícia de fontes não autorizadas, que de forma equivocada, estão veiculando notícias tendenciosas, falsas e sem qualquer fundamento sobre a decretação da prisão de membros da Procuradoria-Geral do Estado, como a do Procurador do Estado Dr. Venilson Batista da Mata, que não possui qualquer relação com a investigação, em andamento, a quem prestamos nossa solidariedade e penhoramos nosso desagravo”.’

Nota de apoio da Comissão da Advocacia Pública da OAB/RR com remissão a nota da Associação dos Procuradores do Estado de Roraima – APROR