Participação feminina é destaque no I Colégio de Vice-Presidentes do CFOAB

A vice-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Roraima (OAB/RR), Clarissa Vencato, participou nesta terça-feira, 23, em Brasília – DF, do I Colégio de Vice-Presidentes, realizado pelo Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (CFOAB). O evento foi conduzido pelo vice-presidente do Conselho Federal, Luiz Viana, e teve o objetivo de alinhar e expandir a participação dos vice-presidentes no sistema discutindo projetos de interesse da Advocacia, bem como o Provimento 185/CFOAB.

A presença feminina foi destaque no evento que contou com 19 mulheres representando os Conselhos Seccionais, demonstrando o crescimento da participação das mulheres  no sistema OAB. Clarissa Vencato ressaltou a importância do Movimento Mais Mulheres na OAB, nascido em Roraima e que completa quatro anos neste mês de abril. Na ocasião, ela entregou para as 18 vice-presidentes participantes a camiseta do Movimento, destacando a importância do momento para multiplicar e fortalecer a participação feminina na Ordem.

“Devemos considerar que somos o maior número de vice-presidentes mulheres da história da Ordem dos Advogados do Brasil. Temos em Roraima uma gestão participativa e compartilhada, capitaneada pelo nosso presidente Ednaldo Vidal, que prestigia seus conselheiros, diretores e membros de comissão. E esse momento histórico é uma vitória para o Movimento Mais Mulheres na OAB”, afirmou.

O presidente do Conselho Seccional, Ednaldo Vidal, enalteceu as conquistas do Movimento que se tornou nacional e a oportunidade que o I Colégio proporcionou para fortalecer a participação feminina que já é destaque na diretoria da OAB Roraima e na Caixa de Assistência dos Advogados de Roraima (CAARR).

“A nossa gestão investe na política efetiva direcionada a uma participação cada vez maior das mulheres nas decisões e debates relevantes em todos os âmbitos. Temos advogadas com qualificação elevadíssima para ocupar os mais postos e cargos de destaque, não só da OAB, mas também da sociedade”, afirmou.

 

Foto: Eugenio Novaes